OS VILÕES DOS DENTES BRANCOS

Escovar os dentes após as refeições, utilizar fita dental e consultar o seu médico dentista de família regularmente são critérios imprescindíveis para esboçar o seu melhor sorriso. Contudo, muitos pacientes adotam estes comportamentos no seu dia-a-dia e o sorriso continua escuro. O que fazer?

A Dra. Luísa adianta que o surgimento de cáries dentárias, mau hálitoescurecimento dos dentes e gengivas pode ser explicado pela incorreta alimentação. Sendo a boca a porta de entrada dos alimentos no nosso corpo, é também o primeiro sítio a beneficiar ou a perder das nossas escolhas alimentares diárias.

Descubra quais são os verdadeiros vilões dos dentes brancos e o saiba o que fazer para manter os dentes bonitos e saudáveis.

Açaí | Beterraba | Café | Chá | Mirtilos e framboesa | Vinagre balsâmico e molho shoyu | Refrigerante à base de cola | Vinho tinto

 

                                                          Sobre a Dra. Luísa Tavares

Licenciada em Medicina Dentária, pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, a Dra. Luísa detém uma abrangente formação em diversas áreas da Medicina Dentária.  Muito dedicada à implantologia e cirurgia oral, transporta para o seu dia-a-dia a importância da reabilitação oral, tanto no que concerne à saúde como à estética.

LIBERTE-SE DO MAU HÁLITO!

Confira as causas mais comuns do mau hálito e livre-se desses hábitos!
O Dr. Pedro afirma que várias são as razões da halitose:

Consumo de tabaco.

Se já está pronto para o consumo de tabaco, peça ajuda e conselhos ao seu médico ou dentista.

 

Escolhas alimentares.

Alguns alimentos, como o alho, contribuem para o mau hálito, mas apenas temporariamente. Quando absorvidos no fluxo sanguíneo, o cheiro é expulso através da respiração, mas os cheiros permanecem até que os alimentos são processados pelo corpo, pelo que a solução não é rápida.

 

Boca seca.

Se a sua boca é ou encontra-se extremamente seca, não existe saliva suficiente para arrastrar o excesso de partículas e bactérias, que podem ocasionar um cheiro desagradável se acumuladas nos dentes.

 

Infeções.

O mau hálito que parece não ter outras causas, pode revelar-se uma infeção em qualquer outra parte do corpo. Se sofre de mau hálito crónico e o seu odontologista não deteta nenhum problema bucal, recorra ao seu médico de família. O mau hálito pode ser um sintoma de algumas condições, como infeções do trato respiratório, sinusites ou bronquites crónicas, diabetes, ou problemas do fígado e dos rins.

SAIBA O QUE FAZER PARA MANTER OS DENTES BONITOS E SAUDÁVEIS

O Dr. Pedro deixa-lhe alguns conselhos imprescindíveis para manter os dentes bonitos e saudáveis.

1. Corrija a posição dos dentes

Quantas vezes não recorremos a branqueamentos dentários na esperança de alcançarmos um sorriso mais branco e luminoso? Na maioria das vezes o branqueamento dentário é a solução! Contudo, por vezes acontece que os pacientes apresentam dentes desalinhados e as sombras conferem a ilusão que os dentes estão amarelos e/ou manchados.
Nestes casos, o Dr. Pedro aconselha que primeiro é necessário corrigir os dentes e só depois recorrer a um branqueamento dentário.

2. Escove os dentes duas vezes por dia e utilize fita dentária

 

O paciente que tenha todos os dentes saudáveis, as gengivas sem inflamação e hábitos alimentares regulares, deve lavar os dentes duas vezes por dia: depois do pequeno-almoço e antes de dormir.
Por sua vez, o paciente que tenha muitos tratamentos dentários artificiais deve chegar a repetir a sua rotina de higiene oral quatro vezes por dia.
A utilização diária de fita dental, para remover os resíduos restos de alimentos e bactérias é também essencial.

3. Troque de escova a cada três meses

 

Apesar de raras exceções, o recomendado pelos profissionais da odontologia é que subsitue a sua escova de dentes a cada três meses. Após este período a eficácia da remoção da placa bacteriana e a saúde das gengivas encontra-se comprometida. Nas consultas de saúde dentária na Adavilla são sugeridas as técnicas de escovagem mais adequadas aos seus dentes e gengivas, características da sua escova e pasta de dentes a utilizar.

 

4. Consulte o seu médico-dentista 2 vezes por ano

Na consulta deve ser realizado a avaliação da presença de cáries, a eliminação de cálculo e de manchas exógenas.

5. Siga um regime alimentar rico em minerais

Os queijos duros, por exemplo, retiram partículas de camadas alojadas nos dentes e previnem a formação de placa bacteriana. Já as frutas e vegetais como maçãs, cenouras, morangos e aipo limpam os dentes e ainda estimulam o fluxo da saliva que ajuda a manter os dentes mais brancos. Outra boa opção são os brócolos que, graças ao ferro e cálcio, formam uma barreira que protege o esmalte dos dentes das manchas.

6. Aposte no bronzeado e no batom

Quando está mais bronzeado/a, o contraste com a cor dos dentes é maior, por isso uma das dicas mais populares e eficazes é a aposta na pele morena.
No que concerne à cor do batom, se os seus dentes são amarelados, batons em tom de amarelo, laranja e coral aumentam essa mesma sensação. Opte por cores frias, puxadas para o azul, para conferir a sensação de dentes mais brancos. Cor-de-rosa, vermelho e tons de vinho são excelentes escolhas para um sorriso branco.
 

                                                       Sobre o Dr. Pedro Dias
Médico dentista – Generalista | Ortodontista
Mestre em Medicina Dentária, pela prestigiada Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, o Dr. Pedro sempre foi um aficionado pela ortodontia, pelo que se encontra atualmente a frequentar a pós-graduação em ortodontia. Na clínica Adavilla exerce as funções de generalista e ortodontista.